As ferramentas de torque são amplamente utilizadas na indústria e em máquinas e são muito importantes. Portanto, neste artigo, TorcStark discutirá dois tipos de ferramentas de torque, multiplicadores de torque e chaves dinamométricas. Ao comparar suas vantagens e desvantagens, podemos ajudá-lo a escolher melhor a ferramenta certa.

Agora vamos começar!

I. Características e vantagens das chaves dinamométricas e multiplicadores de torque

1. Características e vantagens da chave dinamométrica

(1) Definição:

Uma chave de torque é uma ferramenta portátil que controla com precisão o torque. Também é chamada de chave de torque ajustável e é um tipo de chave inglesa. Ela pode apertar a porca com um torque específico e é principalmente uma chave de caixa com uma estrutura mecânica específica. Quando o aperto dos parafusos e porcas é crítico, o uso de uma chave dinamométrica permite ao operador aplicar valores de torque específicos.

(2) Princípio de funcionamento:

A chave dinamométrica possui uma estrutura de liberação de torque em seu interior, composta por três partes: uma mola de pressão, uma junta de liberação de torque e uma haste ejetora de torque.

Ao usá-lo, você deve primeiro definir o valor do torque na chave dinamométrica. Aqui, uma mola é colocada na haste ejetora para aplicar pressão na junta de liberação de torque, travar a chave dinamométrica e começar a apertar o parafuso.

Quando o parafuso atinge o valor de torque, o torque utilizado neste momento é maior que a pressão da mola, o que produzirá um efeito de desconexão instantânea.

Quando ocorre um desengate instantâneo, o invólucro metálico da chave fará um som de “clique” ou a conexão da chave dobrará em um ligeiro ângulo, lembrando e confirmando que o valor do torque foi atingido, o que significa que foi apertado e nenhuma força adicional é necessária.

(3) Precisão:

As chaves dinamométricas têm as vantagens de alta precisão, baixa taxa de falhas, longa vida útil, controle de torque e ângulo e uma variedade de opções de torque. A maioria das chaves dinamométricas, independentemente do tipo, especifica uma certa faixa de precisão esperada; normalmente ±2-4% de 20%-100% de escala completa para uma chave específica. Em termos de confiabilidade, os torquímetros normalmente requerem manutenção e calibração após 100 mil apertos ou um ano.

(4) Âmbito de aplicação

As chaves dinamométricas são ferramentas essenciais na indústria de reparação automotiva. É utilizado para instalar ou retirar os parafusos e porcas do carro, garantindo que estejam bem apertados para evitar afrouxamentos ou danos.

Na fabricação e reparo de aeronaves, chaves dinamométricas são usadas para apertar componentes críticos, como motores de aeronaves e conexões de asas.

Na indústria ferroviária, as chaves dinamométricas são usadas para apertar trilhos, conectar componentes ferroviários, etc., para garantir a estabilidade e segurança da ferrovia.

Nas indústrias alimentícia e farmacêutica, as chaves dinamométricas são utilizadas para instalar e manter equipamentos de produção para garantir o funcionamento normal da linha de produção.

2. Recursos e vantagens de multiplicador de torque

(1) Definição:

Um multiplicador de torque é uma ferramenta que aumenta o torque de saída por meio de um dispositivo mecânico. Aumenta o torque para o operador. Como a potência de saída não excede a potência de entrada, o número de rotação de saída é inferior ao número de rotação de entrada. Os multiplicadores de torque geralmente conseguem multiplicação de torque por meio de engrenagens planetárias, geralmente amplificando de 5 a 125 vezes, e o torque máximo de saída pode atingir cerca de 50.000 Nm.

(2) Princípio de funcionamento

O multiplicador de torque é composto por uma combinação de engrenagens circulares ou planetárias em diferentes níveis de combinação para acionar a rotação e a saída da engrenagem. Cada nível de engrenagem traz amplificação de torque.

Em um sistema de engrenagem planetária, o torque é inserido e emitido através da engrenagem solar. A rotação é acionada por três ou quatro engrenagens planetárias combinadas com uma engrenagem central.

As engrenagens circunferenciais dentro da caixa do multiplicador estão engatadas nas engrenagens planetárias internas circundantes, mas giram na direção oposta em relação à rotação das engrenagens planetárias internas.

Do lado de fora, o multiplicador de torque é composto por uma parte de cabeça quadrada de entrada, uma trava anti-rebote, uma parte do corpo do multiplicador, uma parte do braço de reação e uma parte da luva adaptadora.

A parte do braço de reação se estende para fora do corpo até um certo comprimento, o que pode impedir que a carcaça integrada com a engrenagem circunferencial gire e fazer com que a engrenagem planetária gire em torno da engrenagem central para fazer a cabeça quadrada de acionamento girar, produzindo assim torque.

(3) Funções poderosas:

Sistema de aumento de torque de engrenagem planetária de precisão, alta precisão de torque e pequeno erro.

O multiplicador de torque é muito robusto e pode ser usado de forma contínua e intensiva.

Especialmente adequado para indústrias pesadas, como petróleo, indústria química, energia e assim por diante.

Ele pode multiplicar o torque e é usado principalmente para desmontar e montar parafusos grandes e parafusos de alta precisão. Equipado com proteção contra sobrecarga, atinge a precisão e segurança de produzir 20 vezes o torque. Por exemplo: no aperto e desmontagem de parafusos de flanges de tubos de geradores, turbinas e plantas químicas em usinas de energia, o torque é multiplicado por meio de engrenagens planetárias. Geralmente, a amplificação é de 5 a 125 vezes e o torque máximo de saída pode atingir cerca de 50.000 Nm.

Usar postes de extensão pode ser perigoso. Use um multiplicador de torque para reduzir o comprimento da extensão e o esforço do usuário, amplificando o torque em 5, 25 ou 125.

Os multiplicadores de torque são ideais para uso em espaços apertados onde não podem ser utilizadas hastes de extensão mais longas.

(4) Âmbito de aplicação:

Em situações em que é necessário apertar parafusos de alto torque, uma chave dinamométrica convencional pode não fornecer força suficiente. Um multiplicador de torque pode contrariar isso aumentando a alavancagem.

Em alguns espaços apertados ou áreas de difícil acesso, pode ser muito difícil usar uma chave dinamométrica convencional, e um multiplicador de torque pode resolver este problema através do princípio da alavanca.

Ao trabalhar com materiais de alta resistência, pode ser necessário mais torque para garantir fixadores seguros e protegidos.

II Análise Comparativa: Chave de Torque vs Multiplicador de Torque

(1) Comparação de precisão

Não há grande diferença na precisão entre torquímetros e multiplicadores de torque, ambos podem gerar valores de torque com precisão.

No entanto, as chaves dinamométricas são mais precisas e podem fornecer leituras de torque mais precisas. E pode realizar ajustes precisos de torque.

A precisão dos multiplicadores de torque pode ser um pouco menor porque eles geralmente amplificam o torque através do princípio da alavanca e há um certo erro de transmissão.

(2) Comparação da faixa de torque

De modo geral, a faixa de torque de uma chave dinamométrica é relativamente estreita, geralmente entre alguns metros de Newton (Nm) e algumas centenas de metros de Newton.

Os multiplicadores de torque normalmente fornecem uma faixa mais ampla de saída de torque, que pode variar de algumas centenas de metros de Newton a milhares de metros de Newton.

(3) Semelhanças e diferenças nos cenários aplicáveis

As chaves dinamométricas são adequadas para ocasiões que requerem controle preciso de torque, como manutenção de automóveis, montagem mecânica, etc.

Os multiplicadores de torque são usados principalmente em situações onde é necessário um torque extremamente grande, como máquinas de construção, equipamentos pesados e outros campos. Um multiplicador de torque também pode fornecer maior assistência em espaços apertados ou áreas de difícil acesso.

(4) Comparação custo-benefício

De modo geral, as chaves dinamométricas são mais baratas que os multiplicadores de torque, especialmente para tarefas gerais de reparo e montagem. E os multiplicadores de torque geralmente agregam custos significativos. Isso ocorre porque eles oferecem maior saída de torque e são normalmente usados em aplicações industriais mais exigentes.

Conclusão

De modo geral, a maior parte do aperto dos parafusos pode ser realizada usando uma chave dinamométrica na vida diária ou na produção industrial. Além disso, a chave dinamométrica possui alta precisão, baixo custo e ampla gama de aplicações, tornando-a a melhor escolha na área geral.

Quando seu projeto de engenharia requer um torque extra grande para apertar os parafusos ou o espaço é muito pequeno, o multiplicador de torque pode ajudá-lo melhor a concluir o trabalho.

Portanto, é recomendável que você escolha as ferramentas adequadas de acordo com as condições de trabalho, em vez de buscar cegamente a marca e a precisão.